Magnum Wine Radio 142 – Um Camaleão entre os Verdes

João Cabral de Almeida é o enólogo responsável pelos vinhos da Casa da Calçada e foi por essa razão que fomos conversar com ele. Mas depressa a conversa navegou para outras regiões. Uma conversa camuflada, ou não fosse ele um verdadeiro camaleão dos vinhos 🙂

Magnum Wine Radio 141 – Bernardo Cabral alarga horizontes

À direita, Bernardo Cabral

Bernardo Cabral é um enólogo que tem a seu cargo alguns bons nomes de Herdades alentejanas. Desde o projeto Santa Vitória ao novo Vicentino, mas também ao setubalense Pegos Claros, o enólogo tem construido um portfólio de boas marcas e projetos bem estruturados. Agora contou-nos que deixará também a sua marca no Pico. Viaje, neste podcast, pelo mundo enológico de Bernardo Cabral.

Magnum Wine Radio 140 – A nova vida do Patrão

Luis Patrão recebeu o legado de António Saramago

Luís Patrão foi, durante muito tempo, um dos homens do Esporão. E também, no seu cantinho, começou a criar o Vadio. Mas o seu trabalho de enólogo criou uma “marca” no Alentejo. O ano passado “migrou” para um projeto histórico que mudou de donos. E Luís Patrão está na frente do projeto Herdade de Coelheiros. Ouçam-no para saber como foi!

Magnum Wine Radio 139 – A nova vida dos Pegos Claros

Estivemos a conversar sobre a nova vida da Herdade dos Pegos Claros, uma das casas míticas de Setubal, da casta Castelão. Belos vinhos que aguentaram anos e anos, nomeadamente os vinhos de 1995 e 1998. Mas adiante. Com Bernardo Cabral ao leme da enologia e uma nova direcção geral, a marca pretende voltar aos tempos gloriosos do passado. Ouçam no podcast para perceber como…

Jantar do Fumeiro no Salpoente foi… saboroso do inicio ao fim

Há semana e meia tive a oportunidade de estar num jantar a seis mãos com a inspiração de Montalegre e a versatilidade dos nossos enchidos, do nosso fumeiro. Não perdi a oportunidade e correu bastante bem. Também tinha a oportunidade, como enófilo que sou, de revisitar os vinhos Head Rock, de Trás-os-Montes, que já conhecia mas que não tinha recordações há algum tempo.

O inicio foi bastante cativante. A mestria do corte de chef Vitor Oliveira, que nos proporcionou um presunto local de elevada qualidade, foi bem acmpanhada de enchidos vários e o branco da Head Rock que dava a frescura (o Alvarinho nestas condições é uma casta curiosa…) que as entradas exigiam. Depois de um belo momento de convívio, os chefs Duarte Eira e Marco Gomes (do Oficina, do Porto) deram largas à sua imaginação, cruzando produtos locais e sabores tradicionais em pratos com um colorido e sabor delicioso. Os produtores da Head Rock estiveram presentes e foram dando referências dos vinhos em prova, cujas harmonizações calharam bastante bem. Bonito, bom, delicioso, o que mais se quer de uma jantar de sábado?

Magnum Wine Radio 136 – Vinha D’Anita ou a melhor forma de homenagear a mãe e a Bairrada

Vinha D’Anita é uma homenagem, é uma vinha, é um vinho, é a Baga trabalhada da forma ancestral que permite um vinho gastronómico, com pouco grau alcoólico, aprazível, ao mesmo tempo que complexo e a adivinhar belas noitadas. Que melhor forma de homenagear a mãe, caro Casimiro Gomes. O homem da Lusovini, cuja marca própria para a Bairrada, as suas vinhas, é Regateiro, prestou assim uma bela homenagem à mãe e ao mesmo tempo criou, em conjunto com a Sónia Martins, um vinho que honra a Bairrada e que nos permite usufruir dela. Ouçam a explicação para este vinho, que sai em garrafas de 0,75l.

Magnum Wine Radio 135 – Rola, um vinho para os vários sentidos

Confesso que provei pela primeira vez o vinho pela garrafa. A sério, aquela garrafinha que sorria para mim na garrafeira com o ar lascivo de… leva-me para casa. E eu não resisti. Fui bebendo os vinhos com a marca “Rola” por essa razão, a prova que as várias vertentes do marketing são importantes. Depois, e consistentemente, notei que era um vinho sério, com um perfil muito competitivo e entusiasmante, com perfil próprio. Fui conhecendo a casa e a enóloga/proprietária. Agora fiquem vocês a saber mais sobre a Ana Rola, o nome por detrás de uma garrafa linda.

Magnum Wine Radio 134 – A Quinta da Santiago, do Rascunho aos novos projetos

A Quinta de Santiago é um projeto recente e antigo. Recente de nome, antigo das memórias familiares, da vontade de estar na terra, do prazer das uvas e do Alvarinho.

Joana Santiago dá a cara pelo projeto e tem, lentamente, ampliado o seu portfólio de vinhos. Começou com um Alvarinho e um Reserva. Depois veio o Rosé. Mais recentemente, o ano passado, surgiram Alvarinho Trajadura e o espumante. E já em 2018 lançou o Rascunho. Um vinho diferente, diz ela. Sem dúvida. Para exigentes e especiais, sai um vinho fora da caixa, exigente e especial. Ouçam tudo no podcast!

Magnum Wine Radio 133 – Um Vale D’Aldeia que vale a pena conhecer

O Vale D’Aldeia é um projecto grande e que ambiciona em grande. Faz milhares de litros de vinhos e azeite, tem 110 hectares em Meda, Douro Superior e tem feito o seu percurso de qualidade. Neste momento, o enólogo José Reverendo Conceição tem um delicioso brinquedo nas mãos pois o terreno e a adega permitem ter qualidade, produtos diferentes e também produtos de combate. Pode não estar nas suas sete quintas mas controla um Vale D’Aldeira apetitoso!

Explorar o mundo do Bacalhau

A região de Aveiro é, pela sua história, a “sede” do Bacalhau. As quotas de pesca estavam na posse de armadores da região, as fábricas de transformação e secagem estão aqui maioritariamente situadas (no concelho de Ílhavo) e nos restaurantes da zona é um ingrediente omnipresente e onde todas os seus produtos são profusamente utilizados. Temos a vantagem de comer bacalhau, caras, ovas, linguas, samos, and so on…

Mas se é uma apaixonado pelo Bacalhau, deverá aproveitar as workshops que a UNAVE vai organizar, num conceito semelhante ao que foi realizado com o Vinho. Três sessões que ajudaram a saber mais com o ganídeo adquirido ou pescado em mares do Norte desce até as nossas mesas. Começa já na quarta-feira!