Magnum Wine Radio 183 – Do Vinho Verde Wine Fest, com amor!

5ª edição da Vinho Verde Wine Fest e 5ª presença minha. A par com a Essência do Vinho, é o único evento que não tenho falhado nos últimos anos. Conjuga de forma hábil o evento de “provas” com a componente festa. Poderia ter mais de uma e de outra? Claro que podia. Mas se nada é perfeito e pode melhorar, o VVWF consegue acertar no seu público, mostrar os Verdes ao Porto e os portuenses e não só aos Verdes.

Tenho assistido a uma clara renovação de marcas, rótulos e tipos de vinho. De empresas. Das caras por detrás dos projectos. Se a Carla Cunha, no podcast, dá uma visão certeira do que o vinho verde pretende, como entidade e instituição, as marcas e projetos que têm estado ao longo destes cinco anos, dão-nos a visão da renovação, internacionalização e pensamento que estão presentes nos novos e velhos actores do vinho verde.

Dêem uma oportunidade aos vinhos verdes. Vão ver que eles os vão entusiasmar. Não percam a excelente entrevista no podcast e, na galeria, alguns dos vinhos mais vibrantes que provei – e outros haveria para publicar…

Magnum Wine Radio 182 – Romanos, Romana… Vini

Nem só de marcas conhecidas vive o mundo e fomos levados, sem ser pela força das armas dos romanos, a conhecer o projeto Romana Vini. Desperdiçar a oportunidade para perceber as diferenças, a forma de actuar, a maneira de comercializar. Vale a pena ouvir o podcast…

Magnum Wine Radio 181 – O projeto Positive Wine

De uma assentada, falamos de um conceito novo e que nasce com força na Bairrada. Positive Wine, PT Wine e Adega Quatro Cravos que têm em comum um accionista, o Eng. Alberto Cravo. Também Nuno Bastos, o enólogo e CEO e Ivan Portela, a parte comercial, dão a cara pelo projeto nesta tripla entrevista que fala muito da qualidade do que se pretende.

Magnum Wine Radio 180 – A paixão de Tiago Alves de Sousa

Este foi o outro lado da história da família Alves de Sousa. Falar com Domingos Alves de Sousa seria não saber como começar… nem como acabar. Talvez apenas a uma mesa e com longas horas e vinhos pela frente. Assim, optei por fazer um podcast com Tiago Alves de Sousa, o filho, o enólogo, um dos herdeiros a dar a cara por vinhos fantásticos e uma imagem de marca que as marcas não esquecem! Quem não se lembra de um abandonado, um memórias ou um Quinta da Gaivosa? Vinhos para não deixar ninguém indiferente!

Magnum Wine Radio 179 – A Montalegre de Francisco Gonçalves

Francisco Gonçalves optou por trabalhar em Trás-os-Montes, no seu projeto pessoal, Montalegre, uma das vinhas mais altas da Península Ibérica. Mas depois de muitos anos a trabalhar no Douro, foi para outras paragens. Faz igualmente os vinhos São Matias, no Dão, mas o grande tema do podcast foi, sem dúvida, a menina dos olhos, a marca e o projeto Montalegre, os seus vinhos de altitude.

Magnum Wine Radio 178 – Opta(r) por um Grande Reserva!

Os vinhos OPTA são, claramente, uma marca “diferente”. Primeiro porque surge virada para a exportação (foi dai que surge a ideia), por Camilo Leite, numa parceria com Nuno Cancela de Abreu. Assim, poucos conhecem os vinhos ou então pensam, erradamente, que era uma submarca da Boas Quintas de Cancela de Abreu. Não. Devem optar por conhecer.

A convite da JL Vinhos, do Joel Leite, estivemos a provar (no Oxalá) quase a gama completa dos vinhos, desde um espumante Bairrada à coqueluche, e que estava a ser lançado nesse dia, o Opta Grande Reserva. Um grande vinho, “fora da caixa” e que foi uma enorme e positiva surpresa da noite. E dai fomos falar com Camilo Leite.
Com um portefólio multiregional e diversificado, a Opta Wines inova para dar resposta às novas necessidades dos consumidores, cada vez mais exigentes e que procuram sensações diferentes. Para atingir paladares mais sofisticados, onde a qualidade, nível e fator surpresa são um must have, nasce o Opta Grande Reserva Tinto 2015.
Da autoria do enólogo Nuno Cancela de Abreu, Opta Grande Reserva Tinto 2015 promete surpreender através das nuances de eucalipto, tanto no aroma, como no sabor.
As castas Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz, depois do contacto pelicular de três dias a frio a fermentação decorreu a 24ºC durante duas semanas com maceração suave em cubas de inox. “O estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês amaciou os taninos e conferindo-lhe grande complexidade e uma elegância muito própria dos grandes vinhos do Dão” refere Nuno Cancela de Abreu.
Camilo Leite, partner da Opta Wines, afirma que “O Opta Grande Reserva Tinto 2015 é um vinho que marca pela diferença, desde logo conferida pelo terroir único e muito característico, resultante do manto de eucaliptos que rodeia a nossa vinha”. Acrescenta ainda que “algumas folhas de eucalipto, as menos persistentes, podem ser encontradas no solo, conferindo um terroir único e muito característico, de perfeita harmonia entre castas, solo granítico e as nossas práticas vitícolas”.

Magnum Wine Radio 177 – Refresh Bairrada é no dia 07 de Julho em Aveiro

Se desde sempre o REFRESH – Espumantes Bairrada era um evento que simboliza a Bairrada e os seus espumantes, também era associado a Coimbra, e em especial às Piscinas do Mondego.

Mas este ano dá um passeio até Aveiro, à cidade dos canais, e apresenta-se na esplanada do Olaria, no Centro Cultural e de Congressos, com organização a cargo da CVR Bairrada.

O evento que junta produtores vitivinícolas e enófilos em torno do espumantes, custa 5 euros (com convite) a 10 euros (sem convite) com direito a flute e decorre das 15h às 20h de dia 07 de Julho, sendo muito fácil chegar de comboio (preferencial) ou de carro, pois realiza-se no centro da cidade. Pela experiência dos últimos anos, a maior parte dos produtores marca presença (cerca de duas dezenas, pelo menos).

Tendo em conta que, em princípio, para o ano este evento volta a Coimbra, lançamos o desafio a todos para se deslocarem a Aveiro e demonstrarem a nossa paixão pelos espumantes!

Magnum Wine Radio 176 – O elogio a Fernando Guedes

Sr. Fernando Guedes

A morte de Fernando Guedes marcou o dia de hoje e, como é óbvio, o nosso podcast. Aqui fica o elogio póstumo ao homem forte da Sogrape, a um enorme Senhor do Vinho.

Magnum Wine Radio 175 – Brut Experience deu prémios aos melhores espumantes

Os resultados do concurso de espumantes Brut Experience foram muito interessantes para a Bairrada, tendo os seus vinhos recebido a maioria das medalhas da categoria principal. Foi esse o tema principal do podcast, que falou também das muitas e boas provas que decorrem em Julho

De entre os 96 espumantes Brutos e Brutos Naturais presentes a concurso, o júri, constituído por jornalistas, bloggers, enólogos, escanções e comerciantes de vinhos portugueses e de outros países europeus, selecionou 28 vencedores, galardoados com Medalhas de Ouro e Prata, nas categorias Jovem, Reserva, Super Reserva e Grande Reserva. “Este ano não foram atribuídas medalhas de Prestígio, alcançáveis para espumantes com 95 pontos ou mais, em 100 na competição, apesar de algumas marcas terem andado no limiar deste patamar”, destacaram os organizadores, José Miguel Dentinho (jornalista e experimentado provador de vinhos) e Luís Gradíssimo (empreendor, formador e fundador da marca Enóphilo).

No concurso Brut Experience 2018, onde são apenas atribuídas medalhas a 30% dos vinhos em competição, estiveram presentes espumantes oriundos das regiões portuguesas dos Vinhos Verdes, Douro, Távora-Varosa, Dão, Bairrada, Tejo, Lisboa, Península de Setúbal, Alentejo e Madeira, França e Alemanha. Entre as distinções Ouro, o destaque vai para a Bairrada, que conquistou sete Medalhas com os espumantes: Kompassus Blanc des Noirs Bruto Natural Super Reserva 2014 (Kompassus Vinhos); Luiz Costa branco Bruto Natural Super Reserva 2015 (Caves São João); Regateiro branco Bruto Super Reserva (Lusovini); Hibernus Premier branco Bruto 2016 (Maria do Rosário Reis Tiago Carvalheira); Marquês de Marialva branco Extra Bruto Cuvée Grande Reserva (Adega de Cantanhede); Joaquim Arnaud branco Bruto Super Reserva 2014 (Joaquim Arnaud); e Aplauso branco Bruto Reserva 2015 (Lusovini). A região dos Vinhos Verdes recebeu três distinções Ouro – Dom Ferro branco Bruto Super Reserva 2007 (Quinta do Ferro), Muralhas de Monção branco Bruto Reserva 2015 (Adega Cooperativa e Regional de Monção) e Quinta da Calçada Colheita Imperial branco Bruto Reserva (Agrimota), o mesmo tendo acontecido com a região de Lisboa, onde se destacaram os espumantes Quinta do Rol rosé Extra Bruto Grande Reserva (Quinta do Rol), Quinta da Romeira branco Bruto Reserva 2014 e Quinta da Romeira branco Brut Nature Reserva 2012 (WineVentures).

Magnum Wine Radio 174 – Lá no Cume de Provezende

A Quinta do Cume veio a Aveiro (mais precisamente a Marta Cudell e o viticultor Luís Menezes) e estivemos a conversar com este produtor que, mercê do sonho de Jorge Tenreiro e Cláudia Cudell, criou um projecto sustentável, de família, de ligação à terra.

De forma consistente, pretendem apresentar produtos de grande qualidade e a enologia está entregue a Jean Hugues-Gros.

Ouçam o podcast e fiquem a saber mais sobre a Quinta e os seus vinhos!