Magnum Wine Radio 192 – O futuro de Carlos Raposo

Carlos Raposo pode ser um nome desconhecido para a maioria dos consumidores de vinho. Aliás, é possível que seja um nome pouco conhecido para uns quantos enófilos mais novatos ou mais distraídos. Mas quem gosta dos vinhos Douro e Verdes da Niepoort (só para falar nestes) ou para quem conhece a Quinta de Nápoles, sabe de quem estamos a falar.

E por isso, é natural que seja feita esta entrevista. Não foi muito fácil, porque Carlos Raposo é mais de fazer que mostrar. Maneja a viticultura e a enologia como gente grande, do alto dos seus 30 e poucos anos. O seu estilo? Veremos em breve mas para alguém que se identifica com os Douros DOC by Niepoort, decerto teremos novidades e paixão garantidas no que fizer!

Carlos Raposo anuncia que terá um projeto no Dão mas não só. Acompanhem o futuro. Porque será um fuuro brilhante, não teremos dúvidas!

Magnum Wine Club 169 – Álvaro de Castro, o Dom do Dão

Álvaro de Castro é uma figura no Dão. Tal como as suas quintas. Saes e Pellada são nomes míticos e conhecidos entre apaixonados, enófilos, amantes do vinho. Uma entrevista sem papas na língua onde lembra que gosta de Baga, a sua filosofia de equilíbrio entre vinhos que podem e devem ser bebidos no momento e lembra que o Saes estágio prolongado é o vinho que devem provar para conhecer o seu perfil. E se quiserem ficar apaixonados, bebam Primus ou Pellada, digo eu 🙂

Magnum Wine Radio 165 – E os premiados do Concurso Vinhos de Portugal são…

Um Beira Atlântico de um jovem produtor bairradino – Flutt Espumante Branco 2015 foi o vencedor, na categoria de “melhor espumante” do concurso de “Vinhos de Portugal” da ViniPortugal. Um total de 369 medalhas, das quais 36 na categoria Grande Ouro, 126 de Ouro e 207 de Prata atestam a excelência do vinho nacional para um total de mais de 1300 vinhos enviados a concurso – mais concretamente 1307 vinhos, produzidos por 372 agentes económicos. O Douro foi a região que recebeu mais medalhas Grande Ouro do júri, recolhendo 7 medalhas, seguindo-se a região do Dão, com 6 medalhas, e Alentejo, com 5 medalhas.

Os vencedores foram conhecidos na passada sexta-feira à noite, dia 18 de Maio, na gala de entrega de prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que se realizou no Convento do Beato, e que contou com a presença do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

Os grandes prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que distinguem os melhores entre os 369 vinhos premiados, foram distribuídos pelas regiões Porto e Douro, Alentejo, Vinhos Verdes, Tejo, Beira Atlântico e Minho:

• “O Melhor do Ano”
Touriga Nacional Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Crasto, S.A

• “O Melhor do Ano Licoroso”
DR Porto 30 Anos | DOP Licoroso Porto | Produtor: Agri-Roncão Vinícola Lda.

• “O Melhor do Ano Varietal Tinto”
Touriga Nacional Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Crasto, S.A.

• “O Melhor do Ano Branco Especial”
Falcoaria Late Harvest (2014) | DOP do Tejo | Produtor: Casal Branco Sociedade de Vinhos S.A.

• “O Melhor do Ano Varietal Branco”
Alvarinho Deu La Deu Premium (2015) | DOP Vinhos Verdes | Produtor: Adega Cooperativa e Regional de Monção, CRL
• “O Melhor do Ano Varietal Branco”
Aveleda Reserva da Família Alvarinho (2016) | IGP Minho | Produtor: Aveleda, S.A.

• “O Melhor do Ano Vinho Tinto”
Passadouro Reserva Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Passadouro Sociedade Agrícola Lda

• “O Melhor do Ano Vinho Branco”
Private Selection Branco (2016) | IGP Alentejano | Produtor: Esporão Vendas & Marketing

• “O Melhor do Ano Espumante”
Flutt Branco Espumante (2015) | IGP Beira Atlântico | Produtor: PositiveWine Lda.

A lista completa pode ser encontrada aqui

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, faz um balanço positivo da edição 2018 do Concurso Vinhos de Portugal. “O Concurso Vinhos de Portugal constitui uma oportunidade de excelência para a promoção da marca Vinhos de Portugal/Wines of Portugal. Ao longo de uma semana são criadas oportunidades para dar a conhecer junto de especialistas internacionais a diversidade de vinhos de qualidade que Portugal produz, não só através dos momentos de avaliação do Concurso mas também através do contacto direto com os agentes económicos, em jantares vínicos e visitas a produtores, bem como com a realização de master classes dedicadas ao vinho português”.

À semelhança das edições anteriores, o Concurso Vinhos de Portugal 2018 teve uma primeira fase, realizada no CNEMA, em Santarém, na qual cada vinho foi apreciado em prova cega por um júri composto por especialistas em vinhos, nacionais e internacionais, entre enólogos, jornalistas, sommeliers e outras entidades ligadas ao vinho. Com base nas escolhas feitas na 1.ª fase do Concurso, o Grande Júri, composto por John Szabo MS (Canadá), Evan Goldstein (EUA), Dirceu Vianna Junior MW (Brasil e Reino Unido), Andrés Rosberg, presidente da ASI (International Sommelier Association) e por Luís Lopes, presidente do Concurso, e Bento Amaral em representação de Portugal, escolheram os grandes vencedores do Concurso Vinhos de Portugal, atribuindo as medalhas Grande Ouro e os Melhores do Ano.

Magnum Wine Radio 153 – Nuno Cancela de Abreu, o senhor de Mortágua

Nuno Cancela de Abreu é um senhor do vinho. Experiência feita noutras regiões, quis fazer o “seu” projeto familiar na terra natal. Mortágua ficou uma terra de boas quintas e Nuno Cancela de Abreu conseguiu, passo a passo, solidificar uma marca que, recentemente, recebeu a coroa do reino – um Dão Nobre. E não quer parar por aqui. Fique com a história deste Senhor do Vinho, Nobre de Mortágua, pela voz do próprio.

Magnum Wine Radio 148 – Jorge Moreira, o príncipe do Douro

Jorge Moreira já anda nestas lides há anos. Formado pela UTAD, no curso que na altura era discriminado e hoje é o curso mais prestigiado da Universidade de trás-os-montes, cedo colaborou em projectos de grande fôlego e mantém uma ligação profunda às casas. Aliás, recusa o termo “consultor” pois ele entende que quer estar ligado ao dia a dia dos projectos e não meramente “dar opiniões”. Neste podcast falou-se de tudo um pouco, desde os projectos pessoais, as parcerias – como o M.O.B. – ou o se melhor vinho!

Magnum Wine Radio 147 – Nuno Mira do Ó fala dos vinhos e da vida e do seu Bucelas

Nuno Mira do Ó relata-nos, nesta entrevista de vida no podcast, da vida, das desventuras e tristezas, dos bons vinhos e dos amigos, do Outrora e do Druida e também do seu novo vinho, de Bucelas. Querem-no conhecer. Ouçam-no. De forma directa, em discurso directo. Para reflectir!

Magnum Wine Radio 124 – Luis Lopes, o Dão, o Ribatejo natal e a nova vida!

António Madeira, à esquerda e Luis Lopes, o enólogo.

Luís Lopes é um nome ainda pouco conhecido no meio vínico. Será uma das futuras certezas mas ainda é uma revelação. Já fez vindimas no novo e no velho mundo mas há quase dez anos que está com a mente no Dão, onde marcou, de determinada forma, a Quinta da Pellada. Mais recentemente, colabora com António Madeira (na foto) e lança~se, em 2018, para outras aventuras. E no podcast de hoje fica o gostinho de fazer algo diferente… no seu Ribatejo natal. Luís Lopes, o enólogo, em discurso quase directo.

Magnum Wine Radio 123 – António Madeira e o Dão clássico no seu regresso a Portugal

António Madeira vivia em França, onde, como engenheiro, fazia a sua vida profissional de forma desafogada e financeiramente estável. Mas o bichinho dos vinhos do “passado”, de vinhos da sua meninice, não se tinha perdido, estava entranhado em si.

E em 2018 encontramos um António Madeira já em Portugal definitivamente, continuando apaixonado pelo que faz, com um leque de vinhos diferente e com vinhos que continuam a ser à sua imagem!

Magnum Wine Radio 116 – O Dux dos Vinhos, Luis Moura!

Luís Moura é o verdadeiro Dux dos vinhos. Pois criou, com vários sócios, um conjunto de casas diferentes em Coimbra, Viseu e, numa parceria, em Nelas. Casas de restauração onde o vinho tem o lugar central, para além de petiscos de partilha deliciosos. Fomos conversar com ele sobre a ideia dos vinhos “Dux”. Já colaboraram com Magnum Vinhos, de Carlos Lucas, com quem começaram o projecto, com a Covela (Lima Smith) em dois vinhos feitos mais a pensar no Verão e agora com a Herdade da Raposinha, num Touriga Nacional alentejano. Tudo vinhos muito diferentes. E preparem-se que vem ai um Bairrada! Uma deliciosa entrevista para ouvir!

Magnum Wine Radio 107 – Chef Diogo Rocha abre o livro sobre vinhos

Conversar com o Diogo Rocha é um prazer. Dai termos conseguido, mais uma vez, bater um recorde. Este é o podcast mais longo da história do Magnum Wine. Mas conseguimos falar sobre enogastronomia, produtos locais, harmonizações e muito mais.

O prazer foi tão nosso como espero que seja vosso!

Para quem não sabe, o Chef Diogo Rocha é o responsável do espaço Mesa de Lemos, restaurante integrado na Quinta de Lemos, produtor de vinhos com o mesmo nome no Dão.