Aqui estão os Melhores do Ano 2017 – Prémio Revista de Vinhos

Aqui fica a lista dos que são considerados os “Óscares” do vinho e da gastronomia em Portugal e que foram entregues, numa gala realizada ontem na Alfândega do Porto pela publicação especializada Revista de Vinhos, que entregou troféus a 23 grandes protagonistas destas áreas, na 21ª edição do certame.

“Os Melhores do Ano 2017”

HOMENAGEM
Fernando Guedes (Sogrape)

PERSONALIDADE DO ANO NO VINHO
Francisco “Vito” Olazabal (Quinta do Vale Meão, Douro)

VINHO DO ANO
Mouchão Tonel 3-4 2011 (Alentejo)

PRODUTOR DO ANO
Quinta da Fata (Dão)

PRODUTOR DE VINHOS FORTIFICADOS DO ANO
Henriques & Henriques (Madeira)

PRODUTOR REVELAÇÃO DO ANO
Quinta da Serradinha (Lisboa, Encostas D’Aire)

EMPRESA DO ANO
Casa Santos Lima (Alentejo)

MARCA DO ANO
Mateus Rosé (Douro)

ENÓLOGO DO ANO
Luís Sottomayor (Sogrape)

ENÓLOGO REVELAÇÃO DO ANO
Nuno Gonzalez (Herdade da Malhadinha Nova, Alentejo)

SOMMELIER / WINE DIRECTOR DO ANO
Sérgio Marques (Il Gallo d’Oro, Madeira)

INOVAÇÃO / INVESTIGAÇÃO DO ANO
Esporão (Alentejo)

ENOTURISMO DO ANO
Vila Galé Clube de Campo (Alentejo)

LOJA / GARRAFEIRA DO ANO
Garrafeira Nacional (Lisboa)

DISTRIBUIDOR DO ANO
Portfolio Vinhos

PERSONALIDADE DO ANO NO BRASIL
Marcelo Lima (empresário, produtor de vinhos nas regiões do Douro e dos Vinhos Verdes)

PERSONALIDADE DO ANO NA GASTRONOMIA
Ljubomir Stanisic (100 Maneiras, Lisboa)

RESTAURANTE GASTRONÓMICO DO ANO
Feitoria (Lisboa)

RESTAURANTE COM MELHOR SERVIÇO DE VINHOS DO ANO
Enoteca de Belém (Lisboa)

CHEFE DE COZINHA DO ANO
Ricardo Costa (The Yeatman, Vila Nova de Gaia)

CHEFE REVELAÇÃO DO ANO
Vasco Coelho Santos (Euskalduna, Porto)

PRODUTOR ARTESANAL DO ANO
Neptun (Faralhão, Estuário do Sado)

DESTINO GASTRONÓMICO DO ANO
Matosinhos

BAR DO ANO
Red Frog (Lisboa)

Foram avaliados mais de 3500 produtos, projetos, negócios e personalidades segundo Nuno Pires, diretor da Revista de Vinhos.

Quinta Nova ganha prémio de enoturismo

O serviço de enorme qualidade associado à elegância dos vinhos apresentados na proposta de enoturismo da Quinta Nova foram reconhecidos pelo guia de luxo inglês Luxury Travel Guide através da atribuição do prémio Luxury Hotel & Winery Of The Year 2018. Esta distinção surge depois da prestigiada Conde Nast Traveller, revista também britânica, ter descrito a Quinta Nova Nossa Senhora do Carmo como a “Jóia escondida” do Douro, na edição especial do seu 20º aniversário.

O guia inglês Luxury Travel Guide reconhece os melhores em cada uma das categorias no segmento de luxo, com um alcance de mais de meio milhão de pessoas em todo o mundo, e representa o auge das conquistas do setor das viagens e turismo.

Luisa Amorim, administradora da Quinta Nova, afirma “É um enorme reconhecimento para a Quinta Nova ser distinguida pelo terceiro consecutivo por um guia com esta relevância no setor. Esta última atribuição é particularmente especial uma vez que valoriza a essência da proposta da Quinta Nova, exaltando o projeto no seu âmago, ou seja o casamento perfeito entre o mundo do vinho e do enoturismo.”

De regresso

Caros leitores deste blog/estrutura, peço-vos um pouco mais de paciência. Os ataques que o meu servidor foram alvo, com código malicioso fez desaparecer muito do conteúdo deste blog e a totalidade da informação do joaomanueloliveira.com e só agora estou a tentar recuperar. Por isso começaremos por colocar as noticias mais recentes e, à medida, darei o devido destaque a eventos passados! Fiquem bem e não se esqueçam de subscrever a newsletter!

Simplesmente… proibido faltar…

Esta semana. Sexta e Sábado. Como sempre, no último fim de semana e nas mesmas datas da Essência do Vinho. Mas é imperdível faltar!

Como referi, o evento realiza-se sexta 24 e sábado 25 (ambos os dias das 16h às 22h) e é, desde já, a quinta edição do
simplesmente… Vinho.

Nesta edição, a novidade é, desde já, mais uma mudança de casa. Eu que perdi as duas primeiras edições, posso dizer que todos os anos vou a um sítio diferente. Como garantem que “Já nos conhecem, precisamos do rio Douro, não passamos sem raízes, tradição, história, calçadas de pedra, paredes velhas, emoções novas, e simplesmente… encontramos tudo isto no Cais Novo”

Isto é, este ano não subimos a Calçada de Monchique e continuamos em frente depois da Alfândega até ao edificio do Museu do Vinho do Porto, na Rua de Monchique, o Cais Novo. E a história do espaço é ligada ao vinho, só podia. Os Pinto da Cunha, cuja origem é a Casa da Praça em Provezende, mudaram-se para lá quando vieram para o Porto em 1756, o histórico ano da demarcação Pombalina da Região do Douro. Estando a família ligada à direção da Companhia Geral da Agricultura e Vinhos do Alto Douro, os armazéns do Cais Novo foram expressamente destinados aos vinhos proveniente das sua propriedades do Alto Douro, bem como aos da poderosa Companhia criada pelo Marquês de Pombal.
Possuindo um cais próprio, simplesmente… o Cais Novo, estes armazéns foram fundamentais no contexto do enorme desenvolvimento do comércio do Vinho do Porto ao longo dos séculos XVIII e XIX. Posteriormente, o edifício albergou a Alfândega do Porto (chamada de “Massarelos”), até à construção da Alfândega Nova, em 1872.

O Conceito do evento.

Desde sempre que o simplesmente… pretende ser uma conjugação perfeita entre vinhos, petiscos, arte, música. Há uma galeria de arte com obras de artistas para venda, há concertos, há boas casas a fazer petiscos de qualidade (Joana Vieira & André Antunes – Delicatum (Braga) | Filipe Miguel Morais – Forneria de S. Pedro e Carvão | Rui Paula – DOP | Cristovão de Oliveira e Sousa – Está-se Bem | Ricardo Teixeira Coelho – chef Coelho | Ruy Leão – Shiko | Quinta do Romeu – Azeite Extra-Virgem biológico) e, é claro, há os vinhos, este ano em número recorde, aproveitando a mudança de espaço!

Por fim os pormenores: bilhete € 15 (venda exclusiva no local) com direito a copo e catálogo oficial, prova de vinhos e degustação de petiscos, exposição de arte e concerto de música ao vivo. Para quem tenha mais fome há venda de senhas de € 3 e € 5 para trocar por petiscos nos seis restaurantes participantes. A zona de restauração é… em pé. Os concertos ao vivo são sempre às 21h e sexta 24 actuam os We Are Mean Chick e no sábado 25 André Indiana.

Portanto, guardem a morada: Rua de Monchique, 120 (por cima do Museu do Vinho do Porto)
Autocarro: 500 Elétrico: 1

Os vignerons de Portugal e Espanha
España: Rías Baixas: Antonio Portela – Viños do Solpor | Miguel Alfonso – Adega Pedralonga | Ribeira Sacra: Juan e Carlos Rodriguez, Freddi Torres – Silice Viticultores | Laura Lorenzo -Daterra Viticultores | Valdeorras: José Luis Aristegui – Bodega José Aristegui | Bierzo: César Márquez Pérez | Toro: Antony Terryn -Dominio del Bendito | Ribera del Duero: Alfredo Maestro – Bodegas Alfredo Maestro | Rioja: Roberto Oliván – Tentenublo Wines | La Mancha: Victor de la Serna – Finca Sandóval | Jumilla: Julia Casado – La del terreno | Madrid: Fernando Garcia – Bodega Marañones.

Minho: Fernando Paiva – Quinta da Palmirinha | Vasco Croft – Aphros | Pablo Ruibal – Edmun do Val | Miguel Queimado – Vale dos Ares | João Camizão – Sem Igual | Rui Pires – AB Valley Wines | Tony Smith – Quinta de Covela | Diogo Teixeira Coelho – Quinta da Raza | Joana Santiago – Quinta de Santiago | Artur Meleiro – Valados de Melgaço.

Trás-os-Montes: Amílcar Salgado – Quinta de Arcossó | Tiago Martins Ribeiro – Quinta Valle Madruga.

Douro: Rita Marques – Conceito | Álvaro e João Roseira – Quinta do Infantado | Joaquim Almeida – Quinta Vale de Pios | Tiago Sampaio – Olho no Pé | Pedro Garcias – Mapa | João Menéres – Quinta do Romeu | Luis Soares Duarte – Bago de Touriga | Jorge Coutinho – Alta Pontuação | Ana Hespanhol – Quinta do Zimbro | Pedro Lencart – Quinta dos Lagares | Joana Pinhão – Somnium | João Hoelzer – Quinta de Val da Figueira | Álvaro Martinho Lopes – Mafarrico | Stéphane Ferreira – Quinta do Pôpa | Luisa Borges – Vieira de Sousa | Martijn Boer – Colinas do Douro | Pedro Sequeira – Quinta do Isaac | Manuel Teixeira – Maritávora | Pedro Coelho – Pormenor Vinhos | Duarte Calém – Quinta do Sagrado | Filipa Pizarro – duplo PR .

Bairrada: Luís Pato – Luís Pato | Mário Sérgio Nuno – Quinta das Bágeiras | Dirk Niepoort – Quinta de Baixo | Filipa Pato – Filipa Pato | François Chasans – Quinta da Vacariça | Graça Miranda – Casa de Saima | Luís Patrão – Vadio | Francisco Batel Marques – Quinta dos Abibes.

Dão: Álvaro e Maria Castro – Quinta da Pellada | António Madeira – António Madeira | João Tavares de Pina – Terras de Tavares | Carlos Ruivo – Lagar de Darei | Sara & António Lopes Ribeiro – Casa de Mouraz | Diogo Santos – Olho Gordo | Nuno do Ó – Druida | Luís Oliveira – Quinta do Carvalhão Torto | Lúcia Freitas – Quinta da Mariposa | Isabel Pinheiro – Vinho Art.

Lisboa: Pedro Marques – Vale da Capucha | Rodrigo Filipe – Humus | Christopher Price – Vinhos Cortém.

Colares: Francisco Figueiredo – Adega Regional de Colares | José Baeta – Adega Viúva Gomes.

Tejo: Rui Neves – Alveirão | Teresa Barbosa – João M Barbosa Vinhos.

Península de Setúbal: Joaquim Arnaud – Joaquim Arnaud Vinhos.

Alentejo: Miguel Louro – Quinta do Mouro | Vitor Claro – Dominó | Jorge Rosa Santos – Explicit | António Antunes – Herdade do Arrepiado Velho | Fernanda Rodrigues Herdade dos Outeiros Altos | Luis Mota Veiga – Vicentino.

Algarve: Guillaume Leroux – Monte da Casteleja.

Madeira e Açores: Filipe Santos – Primeira Paixão | Ricardo Diogo – Barbeito Madeira | António Maçanita – Azores Wine Company.

Diversas Regiões de Portugal: Luis Seabra – Cru | Márcio Lopes – Pequenos Rebentos, Proibido, Permitido | Hélder Cunha – Casca Wines.

 

 

Magnum Wine Radio 2º Programa – 03/02/2017

Neste segundo programa, entrevistámos Daniel Cardoso, chef executivo do Armazém da Alfândega para saber porque é que ele escolheu os vinhos que escolheu para a carta do seu novo espaço, em Aveiro.

Magnum Wine Radio – 1º Programa 01/02/2017

Magnum Wine é uma marca que pretende ser um refúgio para todos os que apreciam vinho. São enófilos, curiosos, gastronómos, apaixonados. Falam de castas, copos diferentes para cada vinho, qual o melhor ano e o tempo em cave para poder deliciar aquele liquido. Branco, Tinto, Rosé, ou mesmo laranja. Usam nomes estranhos, ferramentas esquisitas. Até termómetros para saber se está à temperatura certa…

Magnum Wine é também um espaço onde podes saber mais sobre vinhos, conhecer onde o provar, onde descobrir novos garrafas e garrafeiras, onde degustar os mais saborosos jantares vínicos. Enfim, tudo sobre os vinhos,

Procure http://facebook.com/magnumwineclub e site http://www.magnumwineclub.com e subscreva a newsletter em http://eepurl.com/ba1XO9

Capítulo da Confraria Gastronómica do Bacalhau decorre em Ílhavo e Costa Nova

XVIII Capítulo da Confraria Gastronómica do Bacalhau apresentado à Comunicação Social.
Decorreu hoje no CEIMar, um encontro da direção da n/ Confraria com alguns orgãos da CS, nomeadamente, Rádio Terra Nova, Diário de Aveiro, O Ilhavense, Canal Central, entre outros. Apresentação foi feita pelos Confrades, João Madalena, Grão Mestre, Hugo Coelho e José Paulo Vieira da Silva.
O programa apresentado é: 10.00h receção no hall do Museu Maritimo seguindo-se a cerimónia protocolar no auditório e às 11.15h cerimónia de Entronização na sala da Faina Maior (Cap. Francisco Marques).
Segue-se a “viagem” até à Costa Nova onde na Calçada Arrais Ança decorrerá a “Patanisca de Honra” e a foto de grupo. Às 13.00h será servido o almoço no Cais Criativo da Costa Nova durante o qual haverá o “Tributo ao Bacalhau”, animação e entrega de lembranças. Esta edição tem como parceiros a Escola Profissional de Aveiro, Câmara Municipal/Museu Maritimo de Ilhavo, Jardins da Boavista, Soluções Eletrónicas e Campolargo vinhos.
Os Confrades de Honra a entronizar são: Manuel Serrão – Empresário, licenciado em Direito e Gastronomo; Jean Pierre, cidadão Canadiano, que ao longo dos anos tem ajudado muitos tripulantes dos bacalhoeiros e mantido laços de amizade com muitos Ilhavenses, passando as suas férias em Portugal. Brevemente será apresentado em Ilhavo um livro de sua autoria dedicado aos pescadores do bacalhau; Manuel da Silva (Necas da Pardala), foi para a pesca do bacalhau com 15 anos (1921) tendo chegado a pescador de 1ª. linha, após passagem pelo “comércio” emigrou para os EUA onde constituiu uma empresa de pesca. Vive atualmente na sua terra, Ilhavo, e completou recentemente a idade de 96 anos; Bombeiros Voluntários de Ilhavo pelo trabalho desenvolvido há mais de 100 anos à comunidade Ilhavense e não só.
Confrades efetivos: Carlos Sobreira, Coronel no ativo sendo atualmente Comandante do RI 10 em S. Jacinto e Rui Manuel da Silva, informático a trabalhar numa empresa da região. Ambos são “apaixonados” pelo Fiel Amigo tendo passado com “distinção” nos testes apresentados!
Ementa Resumida!
Receção: Pataniscas, Padas de Vale de Ilhavo, Folhados de Bacalhau, Folar de Vale de Ilhavo. Almoço – Entrada, Mini bolo de Bacalhau, Ovas, Sonhos de Bacalhau, linguas de Bacalhau panadas e caras fritas. Pratos – Sopa do Mar; Grãozada de Samos, lombo de Bacalhau ao forno com crosta de broa e enchidos. Sobremesa – Arroz doce, espetada de fruta e bolo dos 18 Anos!

Garrafeira da Praça com horário especial no São Gonçalinho

Como é do conhecimento público, as festas em honra de S. Gonçalinho, no bairro da Beira-Mar, em Aveiro, começam na sexta-feira e prolongam-se até dia 10. A Morgan & Jacobs Winehouse, Garrafeira da Praça altera o seu horário durante as festas de São Gonçalinho, dia 6,7,8,9 e 10 de Janeiro, trabalhando das 10h00 – 22h00, intervalo entre as 13h30 – 15h00.
E para acompanhar a doçaria da festa, as cavacas e os bolos de gema, sugerem os vinhos Sossego, Entre Serras e o Falgaroso e um Late Harvest Grandjó bem fresco, doce, frutado e encorpado, respeita o sabor suave da sobremesa.

Aniversário da Garrafeira 5 Estrelas

O Magnum Wine Club esteve presente no aniversário da Garrafeira 5 Estrelas. Aqui fica a fotoreportagem completa


“Venham mais 20, meninas! E aproveito para mostrar os vinhos que beberiquei na festa… coisas boas sem ordem especifica!”

From A comemorar os 20 anos da Garrafeira 5 Estrelas. Posted by Magnum Wine Club on 5/09/2016 (13 items)

Generated by Facebook Photo Fetcher 2


Lavradores de Feitoria na Garrafeira 5 Estrelas

Uma prova tradicional nos últimos dois anos é a de Lavradores de Feitoria na Garrafeira 5 Estrelas. A Tânia Sousa e o Paulo Ruão fazem-nos viajar pelos prazeres desta casa duriense, com estilos de vinho muito interessantes e uma tripla de Tintos de grande classe.
Um dos vinhos provados foi um Quinta de Pias nº17 de 2003. O vinho, comprado em leilão, estava simplesmente extraordinário de tão jovem, cheio de vida e com um nariz e boca de grande qualidade… Demonstrativo da qualidade das vinhas, sem dúvida!
Aqui fica a reportagem visual da prova.

Vinhos Favoritos: Sauvignon Blanc (branco) e Quinta da Costa (tinto)


“Mais uma excelente prova de vinhos com a marca desta casa duriense…”

From Prova de Vinhos Lavradores de Feitoria. Posted by Magnum Wine Club on 4/30/2016 (16 items)

Generated by Facebook Photo Fetcher 2