Magnum Wine Radio 218 – O lado Verde de João Portugal Ramos

Antonina Barbosa é a face e a enologia da empresa João Portugal Ramos na zona dos Vinhos Verdes. Uma aposta a sério para fazer “um branco diferente” como nos garantiu a enóloga que se fosse para uma ilha deserta, levaria espumante na bagagem… Fique a saber muito mais no podcast que, como já perceberam, fala da aposta da empresa João Portugal Ramos nos vinhos verdes, em Monção e Melgaço!

Magnum Wine Radio 217 – A gastronomia de Hélio Loureiro

Hélio Loureiro é uma figura incontornável do meio gastronómico nacional. Com uma carreira cheia, desde a hotelaria ao espaço televisivo, das confrarias aos livros, Hélio Loureiro fala com vivacidade da paixão que tem pela gastronomia. Numa conversa intimista, de amigos de várias causas, falou de tudo um pouco, passando pelo inevitável tema do vinho 🙂 Para ouvir neste podcast!

Magnum Wine Radio 213 – Bebes.Comes comemora aniversário com WineSet

O projecto Bebes.Comes, do casal Joana Marta e Pedro Moreira organiza já no próximo dia 12 de Janeiro mais um evento da sua lavra, o Wineset Bebes.Comes 2019, desta feita no espaço Cais à Porta, na zona da Beira-Mar em Aveiro. Em pleno fim de semana de São Gonçalinho, eis que das 15h às 19h, nove produtores irão animar (com um DJ à mistura) os enófilos presentes. Ouça tudo no podcast!

Magnum Wine Radio 193 – Os espumantes da Casa Senhorial do Reguengo

Rui Oliveira é uma pessoa, como poderão ouvir no podcast, com facilidade de conversar daquilo que o apaixona. E que é os espumantes das terras de Basto. Por isso, terão aqui uma boa conversa, com algumas simpáticas picardias pelo meio mas que demonstram o à vontade com que o Rui trata os espumantes, a sua paixão e os vinhos verdes em geral! Uma entrevista com sabor a Casa Senhorial do Reguengo

Magnum Wine Radio 187 – O Atlântico do Márcio Lopes

Márcio Lopes anda pelos vinhos verdes a reaproveitar vinhas antigas e conceitos diferentes. Por isso não é difícil achar que os vinhos deles são diferentes. Pequenos Rebentos Atlânticos, Pequenos Rebentos Selvagens e a aposta num vinhas velhas Loureiro são as mais recentes apostas (um deles ainda não saiu…) de Márcio Lopes.

Falou-se, neste podcast também dos vinhos do Douro e de outros projetos. Um passeio “atlântico” por Márcio Lopes.

Magnum Wine Radio 185 – Os espumantes da Quinta do Ferro

Nem só da Bairrada e Távora-Varosa vivem os espumantes. Já há muitos produtores da zona dos vinhos verdes que aumentam o seu portfólio com um ou dois espumantes. Mas casas que apostam maioritariamente em espumantes, nos Verdes, conheço poucas e de memória só duas: Casa Senhorial do Reguengo e a Quinta do Ferro.

Aproveitando a presença no Vinho Verde Wine Fest, aqui fica o podcast com a Dama de Ferro Micaela Fonseca. Uma entrevista apaixonante que descreve as virtudes de Baião e da casta Avesso para o vinho-base espumante e o portfólio da Quinta do Ferro.

Magnum Wine Radio 183 – Do Vinho Verde Wine Fest, com amor!

5ª edição da Vinho Verde Wine Fest e 5ª presença minha. A par com a Essência do Vinho, é o único evento que não tenho falhado nos últimos anos. Conjuga de forma hábil o evento de “provas” com a componente festa. Poderia ter mais de uma e de outra? Claro que podia. Mas se nada é perfeito e pode melhorar, o VVWF consegue acertar no seu público, mostrar os Verdes ao Porto e os portuenses e não só aos Verdes.

Tenho assistido a uma clara renovação de marcas, rótulos e tipos de vinho. De empresas. Das caras por detrás dos projectos. Se a Carla Cunha, no podcast, dá uma visão certeira do que o vinho verde pretende, como entidade e instituição, as marcas e projetos que têm estado ao longo destes cinco anos, dão-nos a visão da renovação, internacionalização e pensamento que estão presentes nos novos e velhos actores do vinho verde.

Dêem uma oportunidade aos vinhos verdes. Vão ver que eles os vão entusiasmar. Não percam a excelente entrevista no podcast e, na galeria, alguns dos vinhos mais vibrantes que provei – e outros haveria para publicar…

Magnum Wine Radio 142 – Um Camaleão entre os Verdes

João Cabral de Almeida é o enólogo responsável pelos vinhos da Casa da Calçada e foi por essa razão que fomos conversar com ele. Mas depressa a conversa navegou para outras regiões. Uma conversa camuflada, ou não fosse ele um verdadeiro camaleão dos vinhos 🙂

Tâmega e Sousa dão-se a conhecer

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), em articulação com os municípios que a integram e em parceria com a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) criou um evento enogastronómico para animar os meses de Dezembro a Abril.

A iniciativa, com o nome “TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience refere-se à CIM que está inserida na sua totalidade na Região dos Vinhos Verdes e agregando cinco das suas nove sub-regiões – sub-região de Amarante, sub-região de Baião, sub-região de Basto, sub-região do Paiva e sub-região do Sousa –,  um território de marcada tradição vitivinícola, sendo responsável pela produção de cerca de 50% do vinho da região dos Verdes.

Um produto de excelência que o programa enogastronómico TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience pretende promover junto de um público especializado, designadamente bloggers, críticos de gastronomia e vinhos, wine lovers, entre outros, dando-lhes a conhecer e a provar algumas das mais interessantes castas produzidas no Tâmega e Sousa, aliando-lhes a genuína e deliciosa gastronomia regional.

A decorrer entre 15 de dezembro e 20 de abril de 2018, o programa inclui um conjunto de jantares vínicos, num total de cinco, a realizar em quintas produtoras de Vinho Verde localizadas em cada uma das cinco sub-regiões do Tâmega e Sousa.

O primeiro jantar vínico já se realizou na Quinta da Raza, em Celorico de Basto, concelho integrado na sub-região de Basto, tendo sido dirigido pelo chef Marco Gomes e pelo enólogo António Sousa. Os restantes quatro jantares terão lugar no dia 19 de janeiro, na Quinta do Outeiro, em Castelo de Paiva (sub-região do Paiva), com o chef Álvaro Costa e o enólogo Jorge Sousa Pinto; no dia 16 de fevereiro, na Fundação Eça de Queiroz / Restaurante de Tormes, em Baião (sub-região de Baião), com o chef Nuno Diniz e o enólogo Rui Cunha; no dia 16 de março, na Casa da Calçada / Restaurante Largo do Paço, em Amarante (sub-região de Amarante), com o chef Tiago Bonito e o enólogo João Cabral de Almeida; e no dia 20 de abril, na Quinta da Aveleda, em Penafiel (sub-região do Sousa), com o chef Renato Cunha e o enólogo Manuel Soares.