Magnum Wine Radio 188 – Agosto em versão reduzida!

Em Agosto, o calor aperta, a vontade de estar na esplanada, na praia, ao sol, aumenta… e o podcast diminui 🙂 Teremos assim em versão semanal, às quartas, retomando a nossa actividade normal na altura da Feira do Vinho do Dão.

Entretanto, hoje falamos de uma mega-prova de vinhos que vai decorrer na próxima sexta-feira na Garrafeira 5 Estrelas. Entre as 17 e as 20, os vinhos (espumantes) da Casa Senhorial do Reguengo (Verdes), Montalegre (Trás-os-Montes) de Francisco Gonçalves e os vinhos Dorina (da enóloga e co-proprietária da Quinta do Plansel, Dorina Lindemann) estarão à prova.

Fiquem bem! E aproveitem!

Magnum Wine Radio 179 – A Montalegre de Francisco Gonçalves

Francisco Gonçalves optou por trabalhar em Trás-os-Montes, no seu projeto pessoal, Montalegre, uma das vinhas mais altas da Península Ibérica. Mas depois de muitos anos a trabalhar no Douro, foi para outras paragens. Faz igualmente os vinhos São Matias, no Dão, mas o grande tema do podcast foi, sem dúvida, a menina dos olhos, a marca e o projeto Montalegre, os seus vinhos de altitude.

Jantar do Fumeiro no Salpoente foi… saboroso do inicio ao fim

Há semana e meia tive a oportunidade de estar num jantar a seis mãos com a inspiração de Montalegre e a versatilidade dos nossos enchidos, do nosso fumeiro. Não perdi a oportunidade e correu bastante bem. Também tinha a oportunidade, como enófilo que sou, de revisitar os vinhos Head Rock, de Trás-os-Montes, que já conhecia mas que não tinha recordações há algum tempo.

O inicio foi bastante cativante. A mestria do corte de chef Vitor Oliveira, que nos proporcionou um presunto local de elevada qualidade, foi bem acmpanhada de enchidos vários e o branco da Head Rock que dava a frescura (o Alvarinho nestas condições é uma casta curiosa…) que as entradas exigiam. Depois de um belo momento de convívio, os chefs Duarte Eira e Marco Gomes (do Oficina, do Porto) deram largas à sua imaginação, cruzando produtos locais e sabores tradicionais em pratos com um colorido e sabor delicioso. Os produtores da Head Rock estiveram presentes e foram dando referências dos vinhos em prova, cujas harmonizações calharam bastante bem. Bonito, bom, delicioso, o que mais se quer de uma jantar de sábado?