Magnum Wine Radio 236 – Luis faz Mira aos vinhos verdes depois das Servas

O exercício acima seria uma piada fácil com o nome da família proprietária da Herdade das Servas. A Quinta da Tapada, em Amares, é o novo desenvolvimento e os vinhos já estão prontos a entrar no mercado. Aliás, aqui estão as imagens deles 🙂

Na entrevista com Luís Mira, para além das perguntas clássicas deste podcast, falámos muito da filosofia por detrás do negócio e também, claro, do novo projeto. Ah, e é tudo verdade!

Magnum Wine Radio 231 – A Argilla de Montargil

A Herdade da Anta de Cima pode não ser o nome mais fácil de lembrar… Temos então a certeza que o nome Argilla foi uma excepcional escolha da família Tenreiro, cujas faces visíveis são o Paulo e a Rita Tenreiro, para dar o mote a uma conversa descontraída. E como hoje é o dia da Mulher, fomos conversar sobre a “Argilla”, a Talha, a razão de ser destes vinhos e a aposta num estilo muito próprio. E fixem bem o nome desta menina-mulher que está no radar de Dirk Niepoort, pelos seus vinhos… muito curiosos!

Xutos em modo vinho, duas paixões numa só

Quem me conhece sabe que sou fã de longa data dos Xutos e Pontapés e muitos já foram os concertos que assisti, perto do palco ou, nalguns casos felizes, até mesmo no backstage. E tenho aproveitado a oportunidade para juntar duas paixões, com o vinho Xutos & Pontapés da Casa Relvas. Tenho em casa o Xutos 2011, e a Magnum 2013. E claro que terei esta edição dos 40 anos… se algum felizardo das de 2009 ainda a tiver por beber… bem, há quem queira 🙂

Agora mais a sério, belo vinho e excelente conjugação de paixões. É assim que pensa Alexandre Relvas e assim que penso eu. Força Xutos!

O “Xutos & Pontapés Edição Especial 40 Anos 1979 – 2019”, está disponível para venda online – www.xutos40anos.com – e em garrafeiras por todo o país desde 25 de janeiro, data do primeiro concerto, que teve lotação esgotada. Esta edição especial da Casa Relvas é limitada, são 4.000 garrafas e no site o custo é de 15€ já com portes incluidos.

Uma década depois da primeira parceria entre os músicos e o produtor de vinhos, em 2009, para comemoração dos 30 anos da banda, na altura ainda num registo privado com a produção de apenas 500 garrafas, a Casa Relvas apresenta o novo vinho da Herdade São Miguel, que promete o reavivar de muitas memórias de várias gerações.

“Tal como os elementos da banda rock mais acarinhada do país, este vinho tem um forte carácter, e é para nós um prazer renovar esta parceria que desde 2009 nos tem permitido fazer este tributo aos Xutos” – afirma Alexandre Relvas.

Alicante Bouschet, Touriga Franca e Touriga Nacional foram as castas escolhidas para dar corpo a este néctar dos “deuses” (do rock nacional) que se caracteriza por um aroma complexo de frutos vermelhos maduros, flores brancas e especiarias, bem integrados com notas de baunilha – nota de prova da responsabilidade da casa.

Magnum Wine Radio 214 – Conversa amena com Bárbara Quiroga da Adega Mayor

Começámos a falar da nova roupagem dos vinhos da Adega Mayor mas a conversa não ficou por aí. A brand ambassador Bárbara Quiroga, enóloga de formação, refere qual o seu vinho preferido, a importância da Adega Mayor no grupo Nabeiro e… até falamos no podcast de qual será o vinho preferido do Comendador Rui Nabeiro! Para ouvir!

Magnum Wine Radio 213 – Bebes.Comes comemora aniversário com WineSet

O projecto Bebes.Comes, do casal Joana Marta e Pedro Moreira organiza já no próximo dia 12 de Janeiro mais um evento da sua lavra, o Wineset Bebes.Comes 2019, desta feita no espaço Cais à Porta, na zona da Beira-Mar em Aveiro. Em pleno fim de semana de São Gonçalinho, eis que das 15h às 19h, nove produtores irão animar (com um DJ à mistura) os enófilos presentes. Ouça tudo no podcast!

Magnum Wine Radio 188 – Agosto em versão reduzida!

Em Agosto, o calor aperta, a vontade de estar na esplanada, na praia, ao sol, aumenta… e o podcast diminui 🙂 Teremos assim em versão semanal, às quartas, retomando a nossa actividade normal na altura da Feira do Vinho do Dão.

Entretanto, hoje falamos de uma mega-prova de vinhos que vai decorrer na próxima sexta-feira na Garrafeira 5 Estrelas. Entre as 17 e as 20, os vinhos (espumantes) da Casa Senhorial do Reguengo (Verdes), Montalegre (Trás-os-Montes) de Francisco Gonçalves e os vinhos Dorina (da enóloga e co-proprietária da Quinta do Plansel, Dorina Lindemann) estarão à prova.

Fiquem bem! E aproveitem!

Magnum Wine Club 166 – Susana Esteban, uma galega no Alentejo

Susana Esteban nasceu em Tui mas rapidamente passou a fronteira para o Douro, onde esteve vários anos. Aliás, queria conhecer castas, mundo. Agora aterrou no Alentejo, onde se lança com Aventura e Procura mas também Sem Vergonha ou sempre em parcerias. No Sidecar convida enólogos, produtores, amigos, para partilhar filosofias. E até de Cabriolet parte para experimentações.

Fiquem a conhecer Susana Esteban através do podcast!

Magnum Wine Radio 165 – E os premiados do Concurso Vinhos de Portugal são…

Um Beira Atlântico de um jovem produtor bairradino – Flutt Espumante Branco 2015 foi o vencedor, na categoria de “melhor espumante” do concurso de “Vinhos de Portugal” da ViniPortugal. Um total de 369 medalhas, das quais 36 na categoria Grande Ouro, 126 de Ouro e 207 de Prata atestam a excelência do vinho nacional para um total de mais de 1300 vinhos enviados a concurso – mais concretamente 1307 vinhos, produzidos por 372 agentes económicos. O Douro foi a região que recebeu mais medalhas Grande Ouro do júri, recolhendo 7 medalhas, seguindo-se a região do Dão, com 6 medalhas, e Alentejo, com 5 medalhas.

Os vencedores foram conhecidos na passada sexta-feira à noite, dia 18 de Maio, na gala de entrega de prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que se realizou no Convento do Beato, e que contou com a presença do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

Os grandes prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que distinguem os melhores entre os 369 vinhos premiados, foram distribuídos pelas regiões Porto e Douro, Alentejo, Vinhos Verdes, Tejo, Beira Atlântico e Minho:

• “O Melhor do Ano”
Touriga Nacional Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Crasto, S.A

• “O Melhor do Ano Licoroso”
DR Porto 30 Anos | DOP Licoroso Porto | Produtor: Agri-Roncão Vinícola Lda.

• “O Melhor do Ano Varietal Tinto”
Touriga Nacional Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Crasto, S.A.

• “O Melhor do Ano Branco Especial”
Falcoaria Late Harvest (2014) | DOP do Tejo | Produtor: Casal Branco Sociedade de Vinhos S.A.

• “O Melhor do Ano Varietal Branco”
Alvarinho Deu La Deu Premium (2015) | DOP Vinhos Verdes | Produtor: Adega Cooperativa e Regional de Monção, CRL
• “O Melhor do Ano Varietal Branco”
Aveleda Reserva da Família Alvarinho (2016) | IGP Minho | Produtor: Aveleda, S.A.

• “O Melhor do Ano Vinho Tinto”
Passadouro Reserva Tinto (2015) | DOP Douro | Produtor: Quinta do Passadouro Sociedade Agrícola Lda

• “O Melhor do Ano Vinho Branco”
Private Selection Branco (2016) | IGP Alentejano | Produtor: Esporão Vendas & Marketing

• “O Melhor do Ano Espumante”
Flutt Branco Espumante (2015) | IGP Beira Atlântico | Produtor: PositiveWine Lda.

A lista completa pode ser encontrada aqui

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, faz um balanço positivo da edição 2018 do Concurso Vinhos de Portugal. “O Concurso Vinhos de Portugal constitui uma oportunidade de excelência para a promoção da marca Vinhos de Portugal/Wines of Portugal. Ao longo de uma semana são criadas oportunidades para dar a conhecer junto de especialistas internacionais a diversidade de vinhos de qualidade que Portugal produz, não só através dos momentos de avaliação do Concurso mas também através do contacto direto com os agentes económicos, em jantares vínicos e visitas a produtores, bem como com a realização de master classes dedicadas ao vinho português”.

À semelhança das edições anteriores, o Concurso Vinhos de Portugal 2018 teve uma primeira fase, realizada no CNEMA, em Santarém, na qual cada vinho foi apreciado em prova cega por um júri composto por especialistas em vinhos, nacionais e internacionais, entre enólogos, jornalistas, sommeliers e outras entidades ligadas ao vinho. Com base nas escolhas feitas na 1.ª fase do Concurso, o Grande Júri, composto por John Szabo MS (Canadá), Evan Goldstein (EUA), Dirceu Vianna Junior MW (Brasil e Reino Unido), Andrés Rosberg, presidente da ASI (International Sommelier Association) e por Luís Lopes, presidente do Concurso, e Bento Amaral em representação de Portugal, escolheram os grandes vencedores do Concurso Vinhos de Portugal, atribuindo as medalhas Grande Ouro e os Melhores do Ano.

Magnum Wine Radio 163 – Dar Alento aos enófilos, eis o lema de Luís Louro

Luís Louro é nome que dá Alento a todos. A Adega do Monte Branco foi o projeto que nos fez conversar um pouco com ele. E arranjámos motivos para visitar Estremoz, visitar a Quinta do Mouro 🙂 (ou não fosse ele filho do Miguel Louro)… e provar excelentes vinhos

Magnum Wine Radio 151 – João Afonso, o bailarino que nos dá baile nos vinhos.

João Afonso escreve sobre vinhos, é critico de vinhos, é autor de livros sobre vinhos, é produtor de vinhos. Ok, poderia ser o normal do dia a dia. Mas também é um excelente entrevistado. Porque teve uma vida para além desta vida (bailarino no Ballet Gulbenkian), um homem das artes que veio para o vinho dar-nos verdadeira arte engarrafada. E escrita.

Talvez das entrevistas para o podcast que mais gozou deu fazer, espero que tenham o mesmo prazer ao ouvi-la!